Previous
Next

Rodas de carbono, o melhor upgrade para seu pedal?

rodas-de-carbono

Você que assistiu ao último Tour de France notou quantas das bicicletas dos atletas de elite estavam equipadas com rodas de carbono? A resposta é: todas!

A grande maioria dos atletas profissionais, ou amadores que buscam alto desempenho, hoje utilizam dos benefícios das rodas de carbono para melhorar seus resultados.

Então se você quer melhorar seu desempenho e tem disponibilidade financeira para esse upgrade leia esse blogpost até o final. Vou te explicar:

  • – o principal benefício das rodas de carbono;
  • – as vantagens desse tipo de roda;
  • – o porquê treinar com uma roda de carbono;
  • – as desvantagens;
  • – dicas preciosas sobre quando vale a pena investir em um par de rodas desse tipo;
  • – quais são os principais pontos a serem analisados na hora da escolha.

Qual o maior benefício de uma roda de Carbono?

O maior diferencial de uma roda de carbono está em seu menor peso.

Um menor peso na roda, além de reduzir drasticamente a resistência à rolagem, permite que possamos usar rodas com um perfil mais alto tendo ganhos surpreendentes em aerodinâmica sem uma penalidade muito grande no peso final da bike e na sua resistência à rolagem.

Para entender melhor como ocorre esse ganho aerodinâmico vou te explicar alguns conceitos básicos de aerodinâmica para você compreender como isso ocorre.

Aerodinâmica

Na estudo da aerodinâmica a grandeza que tem maior influência no resultado final é a VELOCIDADE entre o objeto e o ar.

Quando pedalamos em certa velocidade através do ar, a força que age no sentido oposto ao nosso movimento é o arrasto, causado pela zona de baixa pressão criada atrás do nosso corpo/nosso equipamento.

roda-de-carbono

Em baixas velocidades o efeito do arrasto é bem pequeno, mas quando você pedala em velocidades acima dos 30km/h já é bem considerável e quanto maior for essa velocidade, maior será o efeito.

Por exemplo: em condições normais para você aumentar sua velocidade de 25km/h para 30km/h será muito mais fácil (muito mesmo) do que você aumentar sua velocidade de 30km/h para 35km/h.

Quais são as vantagens das rodas de carbono?

As rodas de carbono têm vantagens secundárias como uma estética diferenciada, maior absorção de impacto, rigidez e transmissão de potência em movimento.

A geometria das rodas de perfil alto reduz drasticamente a formação de zonas de baixa pressão e consequentemente o arrasto que age contra seu pedal. Quanto mais alto for o perfil, menor será o arrasto. Apesar disso, não são os atletas de todas as modalidades que usam uma roda o mais alta possível, pois existem contras como a estabilidade em ventos laterais e peso que devem ser levados em consideração na hora da escolha.

roda-de-carbono-triathlon
Rodas Triathlon/TT

Bikes de TT em ambiente fechado e controlados são os que podem usufruir melhor desses benefícios uma vez que permanecem em altas velocidades e sem se preocupar com os ventos laterais.

Atletas de triathlon de longa distância costumam utilizar rodas fechadas ou de 80mm à 90mm na traseira e de 50mm à 80mm na dianteira para uma melhor estabilidade e controle da bike.

No ciclismo em geral utilizam rodas intermediárias de 40mm à 60mm em percursos mistos entre planos e montanha pois elas oferecem uma ótima relação entre os ganhos aerodinâmicos x peso x estabilidade.

Nas escaladas utilizar rodas de carbono com perfil baixo mesmo sem os altos ganhos aerodinâmicos valem a pena pelo baixo peso e baixa resistência à rolagem.

Por que treinar com rodas de carbono?

Muitas pessoas têm o costume de ter um par de rodas de alumínio para treino e um par de rodas de carbono para treinos de luxo e competições. O principal motivo é o maior valor das rodas, além do fato de que as primeiras rodas fabricadas tinham\têm a vida útil reduzida, o que mudou com a evolução da tecnologia de produção que elevou sua durabilidade.

Hoje existem muitos atletas que optam por treinar com as rodas de carbono por 2 motivos: o primeiro é para que fiquem mais familiarizados com o equipamento e mais confiantes ao utilizá-lo em dias de prova; o segundo e principal motivo é pelo conforto, com a redução da vibração e impacto devido a alta capacidade de absorção de impacto das rodas de carbono. Assim seus treinos ficam muito mais confortáveis, a redução do stress causado pelo excesso de impacto nas articulações e coluna podem inclusive diminuir a chance de lesão e aumentar a longevidade do atleta no esporte.

Quais são as desvantagens das rodas de carbono?

A grande maioria das desvantagens das rodas de carbono já foram solucionadas nos últimos anos junto com a evolução da tecnologia, a principal delas ainda fica por conta do primeiro fator que citarei, o preço.

Preço:

O motivo que mais afasta atletas das rodas de carbono é o seu preço. Um par de rodas novo das tradicionais grandes marcas importadas dificilmente sai por menos de R$ 10.000,00 nos modelos de entrada, os mais simples e muitas vezes com tecnologia ultrapassada. Apesar disso, hoje já é possível encontrar marcas menos badaladas com um produto novo, muitas vezes com garantia, tecnologia de ponta e um preço bem mais acessível.

Frenagem:

As rodas de carbono sofreram muito no início com problemas de desempenho na frenagem e com rodas estufando, chegando a causar acidentes graves. Durante descidas de serra, onde os freios eram utilizados de forma contínua e severa, as rodas de carbono aqueciam e o material acabava estufando inutilizando a roda e causando acidentes, mas atualmente a indústria já conseguiu soluções tanto para melhorar a eficiência da frenagem como para otimizar a dissipação de calor e resistência do carbono à alta temperatura. Utilização de freios à disco, apesar de aumentar o peso do conjunto, também solucionam essa deficiência.

Rigidez:

rodas-de-carbono-raios
Modelos raios

Alguns modelos de rodas de carbono não tem uma rigidez lateral muito boa, o que te faz desperdiçar muita potência em sprints e subidas. Por esse motivo, dê preferência a rodas com uma maior rigidez lateral, muitas marcas acabam utilizando raios do tipo “J-band”(em J) para redução do preço mas acabam perdendo muito em rigidez lateral e durabilidade. Procure as que utilizem raios “straight pull” (retos)

Durabilidade:

As rodas de carbono em geral duram menos do que as rodas de alumínio, seus componentes tender a sofrer maior desgaste e são menos resistentes a quedas, pancadas e grandes impactos, principalmente os impactos laterais.

Como escolher um bom par de rodas de carbono?

Segurança:

Sua segurança em primeiro lugar, então procure sempre rodas que tenham passado pela certificação da UCI. A UCI tem um criterioso protocolo de testes feitos em laboratórios especializados onde as rodas são submetidas a condições extremas de impacto, carga e torção para garantir os requisitos mínimos para que você use seu produto com segurança.

uci
uci

Garantia

As rodas de carbono são produtos que sofrem com o desgaste e que podem desenvolver trincas externas ou internas devido ao desgaste natural, má conservação ou quedas em buracos. Então existe um grande problema em optar por rodas usadas atraindo-se pelos preços mais acessíveis, pois mesmo com uma minuciosa análise do aspecto externo das rodas você não consegue ter certeza que está comprando um bom produto ou se ele já perdeu qualidades como sua rigidez ou até mesmo se está trincado ou próximo a trincar. Sendo assim a dica é dar preferência pelos produtos novos com garantia, evitando comprar produtos já utilizados e que você não conheça a procedência.

Perfil

Para que você obtenha o máximo de performance do seu novo upgrade, você deve fazer a escolha do perfil das suas rodas levando em consideração o tipo de prova ou pedal que você pretende performar bem. Caso o seu foco sejam locais planos você pode optar por perfis mais altos de 60mm à 88mm na frente e até mesmo uma roda fechada na traseira, o que te dará uma aerodinâmica maior. Se seu foco forem pedais mistos entre montanha e plano é ideal que você opte por rodas entre 30mm à 60mm na traseira e até 50mm na dianteira que garantirão a melhor relação ganhos aerodinâmicos x peso. Mas, caso seu foco seja somente as montanhas, é mais sensato que você utilize rodas com perfil de até 40mm para reduzir ao máximo o peso e a resistência à rolagem.

Agora, depois de tantas informações e detalhes sobre as rodas de carbono, espero poder ajudar a tomar uma decisão consciente se elas valem a pena para você! Lembrando que nenhum upgrade funciona bem se não for acompanhado com muito treino e dedicação.

Gostou, compartilhe na sua rede social ou envie para um amigo, ajude a divulgar nosso trabalho.

Siga nossas redes sociais.

Conheça as rodas de alta performance da Atlântica uma boa oportunidade para ter uma roda de mais alto padrão do mercado.

Bons treinos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.