Previous
Next

Capacete para bicicleta, saiba como escolher o seu.

capacete-para-bicicleta

Capacete para bicicleta é o principal equipamento de segurança, portanto não saia de casa sem ele, neste artigo vamos ajudar na sua escolha e como você deve usar este item que pode salvar sua vida.

A história do capacete para bicicleta

A história do capacete é bem recente, tem menos de 50 anos.

Pesando em competições como o Tour de France que iniciou em 1903 e só foi exigir o uso do capacete no ano de 2003, ou seja quase 100 anos depois.

Muitas vidas foram perdidas até o desenvolvimento de um equipamento que pudesse proteger, além disso não atrapalhar na performance do ciclista.

Na década de 70 surgiram os primeiros capacete para bicicletas, no inícios eles eram feitos de tira de couro revestidos por lã.

Por volta de 1975, a fabricante de capacetes de motos BELL lançou o primeiro capacete fabricado de isopor(poliestireno), além disso eram revestido por uma espessa capa de plástico rígido, parecendo com os que usamos hoje.

Várias tecnologias surgiram, para deixar o capacete leve, ventilado, aerodinâmico e super seguro para diminuir e muito os traumas de um queda de bicicleta, então não saia sem ele de casa.

O tamanho do capacete para bicicleta

Cada ser humano tem suas características, formatos e tamanho, então para se ter uma eficiência da proteção do capacete, você precisa escolher o tamanho correto.

Portanto pegue uma fita métrica e meça a circunferência da sua cabeça, tome por base 2,0 cm acima da sua orelha, geralmente a medida fica entre 52 e 62 cm para um adulto.

Veja na imagem abaixo:

capacete-bicicleta

Os capacetes possuem uma regulagem da circunferência para poder ajustar o formato ideal, por isso são encontrados geralmente nestas 3 medidas. Se sua medida der o número maior da tolerância do tamanho, opte pelo maior.

Ajuste do capacete na cabeça

Após a compra, antes de sair com o novo capacete, é muito importante ir para frente do espelho e começar os ajustes.

Primeiro ajuste deve ser feito da posição do capacete na cabeça, ele deve ficar centralizado na parte superior.

Segundo ajuste na fivela que vai abaixo da orelha, elas devem ficar logo abaixo da ponta da orelha de maneira simétricas em ambos os lados, em conclusão, vai contribuir para centralização na parte superior.

Terceiro ajuste vai ser feito na regulagem da circunferência que fica geralmente na parte de trás, você deve apertar até sentir uma pequena pressão em volta da cabeça, sem prejudicar a circulação.

Quarto e importante ajuste é na fivela que prende abaixo do queijo, ele deve ficar segura ao ponto de permitir a abertura da boca sem dificuldade, não pode ficar solta, pois em uma eventual queda o capacete irá sair.

Confira na figura para entender melhor:

capacete-bike

Os modelos de capacete por modalidade

Mountain bike: Geralmente são desenvolvidos para deixar a cabeça arejada e seca, um pouco diferente dos capacetes de ciclismo de estrada.

Eles têm uma proteção maior na nuca e podem usar viseiras de proteção do Sol.

Ciclismo de estrada: O ditado diz que o bom capacete de ciclismo é aquele que você nem sente que está usando, além disso são extremamente leves e com uma maior preocupação com a aerodinâmica.

No caso da modalidade de contra-relógio são extremamente aeros com aspectos de uma gota.

Downhill e Enduro: Onde a segurança vêm em primeiro lugar, os capacetes hoje são na sua maioria feitos em fibra de carbono, sendo leves e extremamente seguros, nesta modalidade é muito importante proteger o queijo e também a nunca.

Street / Manobras: São conhecidos como coquinhos, eles protegem bem a nuca e também as orelhas, pois é muito comum quedas laterais e de costas.

BMX: Bem parecidos com os de Downhill e Enduro, eles são um pouco mais reforçados no queijo e na nuca, por causa dos saltos, conhecidos como capacetes Fullface.

Certificados de segurança para capacete de bicicleta.

Sabia que independente do valor os capacetes devem possuir certificados.

Os mais comuns o EN 1078, obrigatório na Europa, o CPSC, padrão utilizado nos Estados Unidos desde 1999. Porém, existem outras certificações como o Snell B-95 e o INMETRO, utilizado no Brasil.

Já conferiu o seu?

Novas tecnologias para o capacete de bicicleta

Mips

capacete-mips

O Mips é um sistema de proteção cerebral, projetado para adicionar proteção aos capacetes, acima de tudo diminuindo as forças prejudiciais ao cérebro em uma queda.

Mips significa: Sistema de proteção de impacto multidirecional.

As estatísticas de lesões mostram que, quando você cai e bate na cabeça, é mais comum cair em ângulo, em comparação com uma queda linear.

Cair em um ângulo cria movimento rotacional e a ciência mostrou que nosso cérebro é muito sensível às forças rotacionais. 

Em um impacto angular, essas forças podem ser transferidas para o seu cérebro, o que pode causar ferimentos graves. 

O MIPS BPS pode reduzir o movimento rotacional e reduzir o risco de danos cerebrais.

Veja todos detalhes no site da Mips, inclusive as marcas que usam a tecnologia.

wavecel-bontrager

WaveCel

O WaveCel é um material celular amortecedor que é incrivelmente efetivo em prevenir ferimentos na cabeça causados por determinados acidentes de ciclismo.

Funciona passando por uma mudança de três etapas na estrutura do material no impacto para absorver a energia antes que ela atinja a sua cabeça.

Esse material exclusivo da Bontrager foi elaborado por um engenheiro biomecânico e um cirurgião ortopedista que queriam solucionar o problema de danos cerebrais ocasionados por traumas em pessoas ativas.

Veja todos os detalhes neste link, direto no site da Bontrager

Aerocore com Koroyd

capacete-aerocore

O objetivo e a filosofia de projeto por trás da construção do AEROCORE é aumentar o fluxo de ar, melhorar a regulação da temperatura, em conclusão, visão livre de nevoeiro e melhorar a resistência ao impacto. 

O objetivo foi alcançado através da combinação de materiais como EPS e Koroy.

Um novo material revolucionário que absorve mais energia após o impacto quando comparado aos padrões internacionais, enquanto aumenta o fluxo de ar. 

A construção do AEROCORE através do uso de Koroyd e EPS permite que mais aberturas sejam colocadas em todo o capacete, além disso sem sacrificar a proteção e o conforto.

Veja os detalhes completos neste link.

Angi

specialized-angi

O ANGi é um sensor patenteado no capacete que mede as forças transmitidas ao seu capacete durante uma colisão, assim como as forças rotacionais prejudiciais que ocorrem durante as colisões quando o seu capacete atinge o solo.

ANGi é um sinalizador de segurança. Se você se machucar, o ANGi alerta seus contatos de emergência de que você sofreu uma queda e manda sua localização para eles.

Veja detalhes completos no link.

Conclusão

Muito das vezes não conseguimos dar atenção devida a nossa segurança, por falta de conhecimento ou pela dificuldade em adquirir um equipamento de qualidade.

Lembrem que o capacete é o seu principal equipamento de segurança, então invista nesta escolha, preocupe com os detalhes desde o tamanho, passando pela regulagem correta e escolhendo uma marca que entregue qualidade.

Lembrem, não saia de casa sem ele nem para ir a padaria.

Se está comprando sua primeira bicicleta, veja também este artigo que irá ajudar nos primeiros treinos.

Espero ter contribuído com informações para facilitar sua escolha.

Gostou, compartilhe na sua rede social ou envie para um amigo, ajude a divulgar nosso trabalho.

Siga nossas redes sociais.

Conheça nosso site de classificados, você poderá encontrar excelentes opções.